BlogCartão de visitas

Meu cartão de visita“Abri minha empresa, oficializei meus documentos e agora vou mandar fazer os meus cartões de visita com a minha marca”.

Essa é a atitude da maioria dos novos empreendedores e profissionais liberais, o que é uma ótima atitude, diga-se de passagem. Uma das melhores sensações do empreendedor é quando seus cartões ficam prontos e ele pode ver naqueles cartões sua marca existindo também no mundo físico, e não só no virtual, tornando realidade o que até então existia somente em sua mente.

Provavelmente você precisará de um designer para desenvolver o logotipo e todo o material de comunicação visual da sua empresa. Para te ajudar na hora de criar ou solicitar a criação da arte dos seus cartões, listamos 5 dicas que podem fazer a diferença. Confira:

1 – Equilíbrio de cores

Cartões coloridosTenha sempre bom senso e evite criar um carnaval de cores na arte de seu cartão de visita. Mesmo sendo uma empresa voltada para o público infantil, é possível você utilizar várias cores sem perder a sobriedade da arte, mas o ideal é escolher entre 2 e 3 cores e trabalhar nos tons e sobre tons.

Vale também lembrar que todo o texto em seu cartão deve ter um alto contraste com o a cor de fundo, ou seja, para fundos claros, letras escuras e vice-versa.

2 – Cuidado com fotos

O ideal é deixar as fotos para outras mídias como panfletos, sites, catálogos etc. Mas se é importante para você, coloque no máximo uma única foto em seu cartão, se possível em alta definição e feita com equipamento profissional.

Evite usar fotos de sites de busca ou copiar de outras empresas, pois além de ser uma imagem muito comum, que qualquer um tem acesso, você pode futuramente enfrentar problemas com direitos autorais.

3 – Informações na medida certa

CartãoCartão de visita, ou businnes card em inglês, como o nome já diz, tem por finalidade trazer visitas a sua empresa, fazer contatos, transmitir de forma rápida e prática os canais de atendimento do seu negócio. Sua empresa pode ter muito a oferecer a seus clientes, mas guarde as informações detalhadas de todos seus produtos e serviços para colocar em outras mídias como folders e site.

O ideal é que o seu cartão contenha o seu logo, telefones, e-mail (apenas um), endereço e no máximo uma ou duas redes sociais. Se precisar faça uma lista de até no máximo 4 palavras que resumam os produtos ou serviços que sua empresa oferece.
Exemplo: LOJA LEMBRA DE MIM – Lembranças, presentes e brinquedos.

4 – Evite propaganda de outras empresas no verso

Cartão duas empresasVocê tem um supermercado e sua mãe uma loja de roupas. Legal, empreendedorismo está no sangue da sua família. Mas na hora de fazer os cartões, você faz o seu e sua mãe o dela.

Evite colocar propagandas de outra empresa em seus cartões, mesmo que você seja o dono das duas, pois caso contrário, isso passará ao seu cliente uma visão errada do seu negócio. Fazendo um cartão só para sua empresa você transmitirá uma imagem de autossuficiência e confiança para seus clientes.

5 – Escolha o material certo para o seu segmento

Cartão recicladoNa hora de imprimir seus cartões procure ser coerente e escolha um material que tenha a ver com o segmento em que você atua. Por exemplo, se você tem uma empresa voltada para o setor ecológico ou ambiental, vai pegar muito bem com seus clientes um cartão impresso em papel reciclado mas se você tem um lava rápido seria interessante ter um cartão PVC que não é inutilizado se por acaso você acabar o molhando. No caso de você ser um vendedor, que normalmente precisa anotar informações de forma rápida para o seu cliente, o ideal seria um cartão com verniz na frente e fosco atrás para você fazer as anotações pertinentes a seus clientes.

 

Esperamos que estas dicas possam te ajudar na hora de criar ou solicitar a criação de seus cartões de visita.

Um abraço a todos os visionários que leram este post até o fim! Até mais…